Vereador Messias da Filó mostra que restrições causam prejuízo ao comércio de Penedo

Empresário do ramo de farmácias, com longa experiência de trabalho ininterrupto no comércio de Penedo, o Vereador Messias da Filó (Manoel Messias Lima) falou sobre os impactos negativos das medidas de restrição para funcionamento e atendimento ao público do setor que mais gera emprego e renda no país.

De acordo com o parlamentar, empresas que não comercializam alimentos, remédios e outros produtos não-classificados como essenciais também deveriam abrir as portas pelo simples fato de que não há ocorrência de aglomeração neles e o controle interno/exigência do uso de máscara, disponibilização de álcool 70% é até mais fácil de ser feito do que em supermercados, por exemplo.

Outro ponto que precisa ser revisto é o impedimento de funcionar no sábado, justamente o dia de maior movimento no comércio de Penedo e quando o morador da zona rural para o serviço na roça para ir até a cidade, honrar seus compromissos e fazer compras.

Na forma de requerimento, Messias da Filó pede a instalação de pelo menos dois quebra-molas na Travessa da Rodovia Engenheiro Joaquim Gonçalves, via que interliga com a rodovia Mário Freire Leahy, em atendimento a pedido dos moradores devido ao crescente número de acidentes na travessa.

Além do requerimento apresentado na sessão de quinta-feira, 25, o vereador propõe a inclusão dos agentes da Guarda Patrimonial da Prefeitura de Penedo entre os grupos prioritários para receber a vacina contra a Covid-19, devido ao risco iminente de contaminação no exercício do trabalho diário.

Ascom CMP

Artigo anteriorVereador Denys Reis pede reativação do Programa AABB Comunidade
Próximo artigoVereador Marcelo Pereira requer a ampliação do horário de atendimento da Unidade de Síndromes Gripais