Usuários do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Penedo tem levado um susto ao receber a conta, tamanho o aumento no valor da cobrança, apesar de não haver crescimento equivalente no consumo do líquido. Diante das distorções que tem motivado queixas por parte população, principalmente de baixa renda, os vereadores cobram explicações da direção da autarquia municipal.

“A comunidade está revoltada e não é por erro ou falha não”, declarou o vereador Ronaldo Vicente (PSDB) depois de citar que há famílias que “mal tem o dinheiro para comprar o feijão do dia” e estão recebendo conta no valor de R$ 80,00. O parlamentar tucano também é uma vítima do que está ocorrendo em Penedo, informando que recebeu cobrança de R$ 118,00 quando sua média é de cerca de vinte reais e que o aumento não está de acordo com a tabela enviada pelo SAAE para a Câmara Municipal de Penedo.

Aumentos abusivos

 

O parlamentar Dr. Raimundo (Raimundo Jorge Rosário Souza/DEM) considera os aumentos abusivos e que os vereadores estão sendo injustamente apontados pela população como responsáveis pela elevação da tarifa. O Presidente da CMP, vereador Cidoca (Alcides de Andrade Neto/PSD) explicou que nem os vereadores desta e nem os da legislatura anterior tem nada a ver com o aumento efetivado pelo SAAE e que o reajuste promovido não depende da autorização do Poder Legislativo.

Os parlamentares da bancada governista também se posicionaram a respeito do tema. Para Armando Lima (Mano da Caçamba/PTB), pessoas com problemas de saúde estão passando mal quando se deparam com o aumento exorbitante na conta de água, preocupação que também foi exposta por Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior (Júnior do Tó/PDT).

O vereador José Vormil de Vasconcelos, o Biu Idalino (PMN), propôs que o diretor do SAAE, o sr. Jorge Alves, compareça no plenário da Câmara Municipal de Penedo para tratar do assunto e questionou ainda se houve mudanças no quadro de funcionários do setor responsável pelos serviços de captação, tratamento e abastecimento de água no município. Já Manoel Messias Lima, o Messias da Filó (PDT), requereu a planilha de custos do SAAE, levantamento que deve apontar as razões do reajuste aplicado em 2013 na tarifa de água.