Produtores rurais que sobrevivem da agricultura familiar em Penedo têm direito a, pelo menos, três horas/máquina para preparar o solo de suas respectivas lavouras. O programa instituído no município em 2010 viabiliza a permanência do homem no campo e foi motivo de cobrança, via requerimento, à Secretaria Municipal de Agricultura pelo vereador Valdinho Monteiro.

O parlamentar que saber se atual gestão vai executar os serviços, quando pretende começar e quando ocorrerá a distribuição de sementes, alertando que o período específico para arar a terra está passando, o que tem gerado questionamentos por parte dos produtores rurais.

“No primeiro ano do Prefeito Március Beltrão não houve apoio ao pequeno agricultor de Penedo e no segundo ano os produtores ficaram insatisfeitos”, declarou na tribuna.

Valdinho Monteiro levou o assunto ao plenário, com requerimento aprovado por unanimidade, depois de comentar o descaso da atual gestão com o setor de saúde. O vereador que já havia visitado o posto do Bairro Santo Antônio lamentou que nem o serviço de limpeza do mato solicitado por ele para o local, pedido feito na forma regimental, foi atendido.

“A gente precisa ter a Secretária Vera Costa aqui na Câmara, nem que seja para fazer igual ao Secretário de Educação, que se comprometeu em mandar documentos para os vereadores e não cumpriu o compromisso”, criticou Monteiro na sessão realizada em 16 de abril, referindo-se ao que disse o gestor Luciano Lucena durante a audiência pública promovida pela CMP em 01 de abril.