O 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM) vai ganhar um decibelímetro, equipamento importante para combater a poluição sonora. O aparelho que mede volume do som será doado pelo cidadão Raimundo Jorge Rosário Souza, conforme enfatizou o médico penedense e vereador durante a última sessão realizada na Câmara Municipal de Penedo (CMP) no mês de fevereiro.

A iniciativa foi apresentada no dia 28, durante a visita do Tenente-Coronel Hermelindo João Pereira Filho, novo comandante do 11

º BPM, unidade da Polícia Militar de Alagoas cujo quartel está situado em Penedo. O anúncio veio após Dr. Raimundo perguntar ao oficial se o 11º BPM tinha um decibelímetro. Como o batalhão responsável por Penedo e mais seis municípios não dispõe do instrumento, o parlamentar declarou que fará a compra e efetuará a doação.

Dia do Idoso

Ainda durante a sessão de 28 de fevereiro, Dr. Raimundo falou sobre o Dia do Idoso, comemorado no dia anterior, dirigindo-se especialmente para duas assíduas frequentadoras das sessões da CMP, as senhoras Maria José Alves Santos e Antônia dos Santos, ambas participantes de clubes da 3ª idade. O vereador disse que é preciso “tirar do papel e efetivar na prática” as políticas públicas que atendem as necessidades de quem já tem 60 anos ou mais.

O parlamentar também fez votos de boas-vindas ao novo Chefe de Instrução do Tiro de Guerra de Penedo, Sargento Reginaldo Gomes de Souza. O militar assumiu o comando da unidade do Exército situada em Penedo, substituindo o Tenente Aldori Junker. Homem de caráter ilibado, Dr. Raimundo desculpou-se na tribuna do plenário por um erro cometido durante entrevista à Rádio Penedo FM.

Um por um

Ao comentar na emissora a injeção de recursos financeiros para a Santa Casa de Penedo, Dr. Raimundo declarou que o então Secretário Estadual de Saúde Alexandre Toledo teria dito que colocaria R$ 2 (dois reais) para cada um real que o deputado federal Givaldo Carimbão conseguisse para a entidade. Na verdade, conforme corrigiu Dr. Raimundo na CMP, Alexandre Toledo prometeu que o Estado repassaria um real – e não dois – para cada um real viabilizado por Carimbão.

Ainda na área de saúde, o vereador requereu atendimento médico via PSF para os moradores das comunidades Santa Margarida, Prosperidade, Cooperativa 1 e Manibu, todas localizadas na zona rural de Penedo. “Não me venham com essa desculpa de que não tem dinheiro para contratar médico, é só procurar”, afirmou.