O desgaste do Prefeito Március Beltrão com o povo de Penedo, dirigentes sindicais e o funcionalismo municipal repercute na Câmara Municipal de Penedo. Crítico da ineficiência administrativa do gestor em seu segundo mandato, o Vereador Derivan Thomaz comentou os mais recentes deslizes do político durante a sessão realizada em 09 de julho.

Ao recordar a promessa do gestor em encaminhar para análise dos vereadores o projeto sobre a municipalização do trânsito, conforme Beltrão disse aos donos de ‘cinquentinhas’ em 25 de junho, Derivan Thomaz lamentou a falta de compromisso com a palavra empenhada. “Quem vai confiar num homem desse nunca mais na vida?”, questionou, dirigindo-se para a assistência novamente tomada por dezenas de trabalhadores que usam o transporte popular.

Thomaz citou respostas conhecidas de Március Beltrão para sindicalistas e populares, entre elas “tô sabendo disso não”, uma falta de respeito para com a população. O Vereador também citou o encontro do Prefeito de Penedo com o comando geral da PM em Maceió, reunião divulgada pelo próprio gestor em rede social e pela agência de notícias do governo estadual.

“E qual foi o interesse dele (Március Beltrão) em pedir para os donos das cinquentinhas?”, questionou Derivan Thomaz sobre o encontro que discutiu somente a doação de novo terreno para construção da sede do 11º Batalhão de Polícia Militar, conforme consta nas divulgações sobre o investimento em segurança pública elogiado pelo parlamentar.

“Quem está pensando em se reeleger trata os senhores e as senhoras desse jeito, imagine se ele conseguir se reeleger”, analisou o Vereador que pediu a valorização do povo penedense e de quem realmente faz pelo município, citando como bom exemplo o Vereador Dr. Raimundo. ‘É preciso enxergar quem se aproxima do povo diariamente e não quando faltam três meses para a eleição, prometendo cargos ou carros locados”, disse Thomaz.

Na contramão dos investimentos realizados pelo ex-Secretário Municipal de Saúde, Derivan Derivan Thomaz citou a precariedade do atendimento odontológico no posto do povoado Marituba do Peixe, dois anos e meio sem uso do gabinete por problemas no equipamento.

O abandono é reflexo da omissão da Secretária Vera Costa, que denunciou sabotagem por parte de servidores da saúde em equipamentos do Centro de Diagnóstico, mas não determinou sindicância administrativa para apurar o suposto crime que a gestora denunciou em audiência pública na Câmara de Vereadores, conforme disse Derivan Thomaz.

Ainda em relação à Secretaria Municipal de Saúde, o parlamentar foi procurado por família precisando de transporte para paciente submeter-se a exame de ultrassonografia. Ao contrário do que a Secretária Vera Costa afirmou na mencionada audiência, não há transporte para atender a demanda.