O vereador Valdinho Monteiro (José Evaldo dos Santos Monteiro) visitou a Escola Municipal Douglas Apratto Tenório, a única da rede pública ainda funcionado no bairro Santo Antônio, o popular Barro Vermelho. O estado deplorável da unidade de ensino foi relatado pelo edil durante a sessão realizada nesta quinta-feira, 12 de março.

Após recordar o período de estudos no Douglas Apratto, o vereador disse que a reforma feita em outubro do ano passado apenas trocou telhado e derrubou banheiros. Por conta disso, professores, funcionários, diretores, pais, estudantes e visitas dispõem atualmente de apenas dois banheiros, cada um com um vaso sanitário. Em um deles, o uso é para alunos e alunas.

Retrato do abandono

Além disso, a quadra esportiva está “acabada”, há um muro caído, portão amarrado com arame e muito mato ao redor e dentro da unidade de ensino relegada ao ataque de animais peçonhentos, insetos e ratos. O retrato do abandono também atrai “pessoas ruins”, como se referiu ao consumo de drogas no entorno e até dentro da escola municipal, segundo queixas apresentadas ao edil.

“Se ele não está dando conta do que tem, por que então esse olho grande de pegar as escolas do Estado?”, questionou Valdinho Monteiro em relação à municipalização do ensino pelo prefeito Március Beltrão. O parlamentar também reclamou da precariedade estrutural e de assistência no posto de saúde do Barro Vermelho. Segundo reclamações passadas ao vereador, a cadeira do dentista está quebrada há mais dois anos.