primeiro orador a usar a tribuna parlamentar, Ronaldo Vicente lamentou a suspensão do convênio entre Sindspem e algumas empresas de Penedo por conta do atraso do repasse de responsabilidade da Prefeitura. O vereador falou ainda sobre a precariedade dos serviços oferecidos na área de saúde em Penedo e que a administração municipal deveria parar de culpar o governo federal e cumprir com suas responsabilidades.

“É muita gente precisando de atendimento e, infelizmente, não está conseguindo no nosso município”, declarou o parlamentar, acrescentando os incessantes pedidos de ajuda por parte da população para realização de exames, consultas e transporte para se submeter a procedimentos.

Em homenagem ao Dia do Professor, Ronaldo Vicente – um profissional do Magistério – leu uma mensagem e saudou especialmente a educadora Dona Lia (Maria das Dores Araújo Santos), falecida justamente no Dia do Professor deste ano. A homenageada era sogra do funcionário da CMP, Miguel José Ferreira.

Ronaldo Vicente denunciou que alunos residentes no povoado Taquari estão impedidos de frequentar aulas em Penedo porque a enxurrada recente destruiu parte da ponte de acesso à comunidade, solicitando providências imediatas por parte da Prefeitura. Ele criticou ainda a “falta de articulação”, conforme declarou, da atual gestão para resolver problemas nos acessos aos povoados de Penedo com ajuda de parceiros, as usinas de açúcar e álcool da região e a Codevasf.