“A segurança pública em Penedo nunca esteve pior!”. A declaração do vereador Messias da Filó (Manoel Messias Lima) sobre a onda de violência que assusta a população penedense ocorreu durante a sessão da Câmara Municipal de Penedo desta quinta-feira, 20, quando ficou decidida uma visita ao comandante geral da Polícia Militar, o Coronel Marcus Aurélio Pinheiro.

A sugestão da reunião feita pelo vereador Armando Lima (Mano da Caçamba) foi aprovada por unanimidade e será realizada por uma comissão parlamentar em data a ser definida com o gabinete do oficial nascido em Penedo e que assumiu o comando geral da corporação este ano.

Mano da Caçamba falou dos episódios recentes de violência na cidade, principalmente do cadeirante preso com seu comparsa depois do assalto praticado contra um posto de combustíveis. O vereador disse que o portador de deficiência já se encontra em liberdade e que o comportamento praticado pelo cadeirante, apontado como autor de diversas ordens para que seu comparsa atirasse nas vítimas, é de quem usa droga.

De acordo com o vereador Nelsinho (Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho), o tráfico e o consumo de entorpecentes são responsáveis, em grande parte, pelos furtos, roubos e assaltos, dentre outros casos de violência, ocorridos em Penedo e nas demais cidades.

Messias da Filó considera ainda que não há policiamento ostensivo nas ruas de Penedo. Mano da Caçamba acrescentou que as viaturas quebram constantemente, o que inviabiliza o trabalho dos policiais militares.

 

Redação