O vereador Valdir Batista dos Santos (Nem Batista) voltou a exigir que o governo estadual retire de Arapiraca a regulação do socorro pelo SAMU das ocorrências em Penedo. O parlamentar declarou que fez a reivindicação pessoalmente ao governador Teotônio Vilela Filho e recebeu resposta positiva, posicionamento que irá cobrar, conforme afirmou.

A informação sobre a mudança na regulação do atendimento do SAMU foi apresentada por Nem Batista na sessão de 13 de fevereiro, a segunda realizada em 2014. O parlamentar cobra que o atendimento seja feito em Penedo desde o ano passado, amparado na demora dos acidentes ocorridos no município, muitos com óbito da vítima. Ainda na área de saúde, Nem Batista pediu o conserto da ambulância que atendia os moradores do povoado Santa Margarida e comunidades próximas.

Sem o serviço da ambulância da prefeitura, uma viagem da Santa Margarida até Penedo custa, em média, R$ 130, valor cobrado por quem presa o serviço que não é feito durante a noite por conta do risco dos assaltos. O alto índice de violência na estrada de acesso ao Bolívar, caminho para Penedo e demais cidades partindo de Santa Margarida, motivou o parlamentar a solicitar uma reunião com Eduardo Tavares, novo secretário estadual de Defesa Social.

Nem Batista pediu ainda que a prefeitura providencie abrigo nos pontos de ônibus da cidade e se prontificou em comprar tendas para proteger os mototaxistas que aguardam passageiros na Praça Comendador José da Silva Peixoto, centro comercial de Penedo. O vereador concluiu falando sobre a recuperação da estrada entre os povoados Espigão e Konrado, obra feita com ajuda da Cooperativa Pindorama e do deputado estadual Joãozinho Pereira.

 

Redação