O vereador Manoel Messias Lima, o Messias da Filó/PDT, avalia que o trabalhador brasileiro não tem o que comemorar em 1º de Maio, data escolhida para celebrar o Dia do Trabalhador. De acordo com o parlamentar, apesar dos impostos que pagamos e do esforço empreendido diariamente no ofício de cada um, o brasileiro não recebe a devida assistência dos governos.

Pra piorar, os recursos da Nação estão sendo direcionados para a realização das Olímpiadas e da Copa do Mundo. “Está se gastando o dinheiro do povo da forma errada”, afirmou Messias da Filó na tribuna da Câmara Municipal de Penedo (CMP) durante a última sessão parlamentar realizada em abril. O vereador reclamou da permanência de problemas estruturais como a má qualidade das rodovias e incapacidade dos portos em operar quando há aumento de demanda.

“O Brasil está sacrificando o trabalhador porque faltam investimentos em saúde, na educação, na agricultura e infraestrutura, por exemplo”, declarou o parlamentar, criticando o que considera como falta de dignidade e de respeito para com a classe trabalhadora do país. “Se enxergassem o trabalhador como maior patrimônio, ele seria prioridade”, afirmou o parlamentar que elogiou os projetos desenvolvidos pelas Escolas Nossa Senhora Auxiliadora e Sagrado Coração de Jesus.

Professores das duas unidades de ensino levaram alunos e alunas até a CMP para que conhecessem de perto o trabalho dos parlamentares no plenário. “Vocês estão recebendo uma oportunidade que eu não tive”, disse Messias da Filó sobre a importância de atividades extraclasse para ampliar o conhecimento dos estudantes. O vereador falou ainda sobre as possibilidades que a Educação abre e o agradecimento que devemos ter aos pais e professores pelas orientações que passam.