A denúncia da presidente do Conselho Municipal de Educação (CME) sobre a retirada de documentos e de equipamentos da entidade por parte da Secretaria Municipal de Educação, sem o conhecimento do CME, conforme declarou a professora Ana Flávia Teixeira na tribuna da Câmara de Vereadores de Penedo, fez o vereador Dr. Raimundo (Raimundo Jorge Rosário Souza/DEM) relembrar um caso de falsa acusação contra ele.

Depois de declarar que estava “estarrecido” com o depoimento da professora Ana Flávia e sugerir a abertura de processo administrativo para identificar e punir os responsáveis pela subtração do material declarado pela presidente do CME, Dr. Raimundo falou sobre o ato de “má fé” do qual foi vítima após deixar o comando da Secretaria Municipal de Saúde em 2004.

A equipe liderada pelo empresário Nilson Ernesto Bezerra, pessoa que assumiu a Saúde do município na primeira gestão de Március Beltrão, denunciou Dr. Raimundo por roubo de equipamentos da Unidade de Emergência, crime que se tivesse ocorrido de fato resultaria no prejuízo estimado em um milhão e meio de reais, valor informado pelo vereador.

Acusação sem veracidade

Precavido, Dr. Raimundo havia determinado a realização de cópia dos documentos e o registro fotográfico do que deixara na Secretaria Municipal de Saúde ao término dos seus oito anos de gestão. A compilação de documentos foi encaminhada aos órgãos que acolheram a falsa denúncia, reunião de dados e provas que mostraram a falta de veracidade da acusação.

“Foi fácil comprovar a fraude da equipe que estava à frente da Secretaria Municipal de Saúde na época, houve má fé e eles foram civilmente punidos, fato que não veio a público a meu pedido”, afirmou o parlamentar durante seu comentário a respeito das denúncias da presidente do Conselho Municipal de Educação, pronunciamento feito na última sessão da Câmara de Vereadores no mês de março.