A vereadora Lúcia Barbosa afirmou que Penedo não recebeu nada de novo da atual administração, exceto operações tapa-buraco e reparos feitos pelo SAAE. Para ela, a questão dos salários atrasados de 2012 tem recebido apenas “respostas vazias, nunca definitivas” da gestão, criticando ainda o trânsito e o desemprego no município.

As avaliações da vereadora Lúcia Barbosa sobre os 120 dias do governo Március Beltrão foram apresentadas durante seu discurso na tribuna da Câmara Municipal de Penedo (CMP) na última sessão parlamentar realizada em abril. Ela começou sua análise falando de uma cidade dividida em duas situações: a que aguarda os ajustes prometidos durante a campanha para o bem de todos e a angústia dos eleitores “abandonados ou enganados com falsas promessas”.

Conversa fiada

Para Lúcia Barbosa, o trânsito em Penedo está “tão caótico quanto antes” e o número de empregos informais aumenta. Quem quiser contestar o conteúdo do discurso, com “outros dados que não sejam estes, que provem com documentos”, afirmou a vereadora, emendando com a frase: “De conversa fiada a cidade e a população estão cansadas”.

A proximidade do período de chuvas alerta para os problemas que a cidade enfrentará, da orla à periferia, conforme ressaltou Lúcia Barbosa, destacando como fato positivo a desobstrução do canal da Lagoa do Oiteiro. Por outro lado, ela cobrou a realização do mesmo serviço no bairro Santa Isabel. Lúcia Barbosa voltou a fazer críticas, citando as cobranças que a população tem feito por meio da imprensa sobre a falta de médicos e de remédios nos postos de saúde.

“Nós vereadores temos a obrigação de cobrar melhorias dias para a população”, enfatizou Lúcia Barbosa, agradecendo ainda a nomeação feita pela gestão atual para o cargo de Coordenador da Vigilância Sanitária Municipal, ato que havia reclamado em sessão anterior.