Um dos avanços obtidos durante a gestão do Dr. Raimundo na Secretaria de Saúde de Penedo foi o funcionamento do “Expresso da Saúde”, um ônibus equipado com gabinete médico-odontológico para atender principalmente as comunidades situadas na zona rural. Sem o veículo, muitos povoados estão desassistidos. Por isso, o médico e vereador Dr. Raimundo apresentou indicação para que a administração municipal compre outra unidade móvel.

O pleito que o parlamentar apresenta desde o seu primeiro mandato foi renovado na última sessão realizada na Câmara Municipal de Penedo em abril, uma indicação ao prefeito Március Beltrão estendida ao deputado federal Alexandre Toledo (PSDB). Sempre atuante nos aspectos relacionados à saúde pública, Dr. Raimundo (Raimundo Jorge Rosário Souza/DEM) voltou a falar de sua preocupação com a dengue. Para reduzir a proliferação do mosquito nesse período de chuvas é preciso evitar o acúmulo de qualquer objeto que possa reter água nos quintais das casas, situação que depende da participação efetiva da comunidade, como frisou.

Cooperativa de catadores de lixo

Ainda em relação ao lixo doméstico que produzimos, Dr. Raimundo falou sobre coletiva seletiva do material, um hábito que deve ser incentivado, mas que esbarra em questões como: para onde vai o lixo que separamos, o que é feito com ele em Penedo, qual seu destino final? Como se sabe, o aterro sanitário do município não funciona de acordo com os padrões exigidos, mas uma solução viável é a criação de uma cooperativa de catadores de lixo, conforme sugeriu o parlamentar sobre o incentivo à organização dos que sobrevivem daquilo que jogamos fora.

Outra medida proposta pelo vereador é a redução do consumo de material poluente, como as sacolas plásticas. De acordo com levantamento feito por Dr. Raimundo, três supermercados de Penedo repassam aos consumidores 370 mil mochilas por mês, quantidade que certamente vai parar no lixão, mas que pode ser diminuída. Para isso, os consumidores devem volta a usar as tradicionais sacolas ‘boca pio’, de acordo com sugestão feita pelo parlamentar.

Em aparte, o presidente Alcides de Andrade Neto, o Cidoca/PSDC, disse que Penedo já tem projeto de lei de sua autoria que estabelece prazo de cinco anos para o fim do uso das mochilas plásticas no comércio da cidade, proposta que entrou em vigor no ano passado.