Vereador Cidoca alerta para a transferência de servidores da Codevasf de Penedo para Maceió

Ascom CMP

O Vereador Cidoca (Alcides de Andrade Neto) usou seu tempo na tribuna da Câmara Municipal de Penedo durante a primeira sessão ordinária realizada neste mês de dezembro para abordar alguns assuntos.

Primeiro, ele apoiou o pleito do colega Denys Reis sobre a necessidade de instalação de banheiros químicos próximos das praças que concentram food trucks, cobrando especialmente o funcionamento dos espaços construídos na orla do bairro Santo Antônio.

Em seguida, Cidoca falou sobre a transferência de servidores efetivos da Codevasf de Penedo para Maceió, conforme lhe informou um funcionário da estatal, o que significa menos dinheiro circulando na cidade e o risco da remoção da sede, em definitivo, para a capital alagoana, conforme já fez alertou em pronunciamentos anteriores.

Ainda sobre a Codevasf, o parlamentar comentou a mudança do perfil da companhia, comparando a superintendência estadual com uma concessionária de veículos.

Cidoca frisou sua atuação em defesa dos servidores do SAAE e relatou o caso de uma criança que quebrou o dedo mindinho em Penedo, foi levada para UPA, mas precisou ser encaminhada para Arapiraca para colocação de gesso, afirmando que a saúde está sucateada.

Ele concluiu o discurso falando sobre os protestos que ocorrem no Brasil sobre o resultado das eleições para presidente, mencionando a solicitação de recontagem de votos pelo PL e criticando o Ministro Luís Roberto Barroso (STF) pelo uso da expressão ‘perdeu mané’.

Para Cidoca, isso é linguagem de “maloqueiro, de quem mora no morro e quer assaltar o povo brasileiro”. O vereador afirmou ainda que as Forças Armadas só darão posse ao novo presidente se ele entregar o ‘código fonte’ das urnas eletrônicas e pede a aplicação do artigo 142 para dar segurança e ordem à nação.

Artigo anteriorVereador Bili Marques propõe capacitação para a rede de proteção da criança e do adolescente em Penedo
Próximo artigoVereador Denys Reis propõe uso da taxa de localização dos comerciantes que atuam nas praças para instalação de banheiros químicos