Vereador Valdinho Monteiro cobra estudo de viabilidade do SAAE Penedo

Por Ascom CMP

O Vereador Valdinho Monteiro cobrou a divulgação do estudo de viabilidade do SAAE Penedo, documento que não foi apresentado durante a sessão legislativa que debateu o futuro da autarquia e os serviços de abastecimento de água e tratamento de esgoto no município.

Autor do convite que levou o prefeito Ronaldo Lopes e o secretário estadual de Infraestrutura, Maurício Quintella, até a Câmara Municipal de Penedo, Valdinho Monteiro criticou a ausência do levantamento no plenário e cobrou o envio do estudo financeiro e jurídico alegado para fundamentar o leilão dos serviços essenciais, trabalho que passará a ser feito por empresa privada “que só visa o lucro”, conforme alerta o parlamentar.

Valdinho Monteiro questionou ainda qual é o valor do SAAE, conforme o levantamento feito pelo governo estadual, e quais são as garantias que existem para assegurar o emprego dos servidores da autarquia, inclusive sem perdas salariais.

No papel

“A gente quer saber no papel”, argumentou o edil sobre a necessidade de tudo estar formalizado antes da realização do leilão marcada para o dia 13 de dezembro, data do pregão que envolve todos os municípios alagoanos incluídos no Bloco B do processo desenvolvido pelo governo estadual, com adesão dos municípios.

Valdinho Monteiro reafirma sua convicção na capacidade do SAAE cumprir as metas estipuladas pelo novo Marco Legal do Saneamento e sugere a revogação da lei municipal que isenta repartições públicas de pagar a conta de água e o fim dos altos salários de diretores comissionados para reduzir despesas e aumentar a receita da autarquia que já atende 97% do município com água tratada de alta qualidade.

“Eu não estou levantando ideologia política e nem questão partidária, estou preocupado com o povo de Penedo”, afirmou o parlamentar que espera receber o estudo de viabilidade do SAAE na próxima semana, conforme período informado pelo Secretário Maurício Quintella.

Artigo anteriorVereador Cidoca propõe que decisão sobre serviços do SAAE passe pela Câmara
Próximo artigoPresidente Júnior do Tó enaltece debate na Câmara e defesa dos vereadores pelo SAAE