Vereadores cobram repasse de verba para UTI da Santa Casa de Penedo

A Unidade Tratamento Intensivo da Santa Casa de Penedo ainda não recebeu os recursos destinados à manutenção do serviço inaugurado em 26 de junho.

Com sete leitos de UTI e 18 clínicos, o investimento criado, a princípio, para atender vítimas da Covid-19, só funciona porque a Santa Casa está usando reserva financeira própria, segundo seu provedor, o biomédico e empresário Eduardo Regueira.

Preocupados com o risco da interrupção do serviço de alta complexidade, os vereadores de Penedo cobram da administração estadual o repasse prometido pelo próprio governador Renan Filho, no dia da abertura do serviço.

O compromisso público foi firmado porque a Santa Casa de Penedo ainda não receberia, de imediato, o custeio enviado pelo governo federal que, por sua vez, também não encaminhou o recurso específico aos estados.

A falta da verba para a assistência especializada e de alta complexidade, no combate a pandemia que se aproxima de 1.800 mortes somente em Alagoas, foi apresentada na Câmara Municipal de Penedo (CMP) pelo Vereador Fagner Matias nesta quinta-feira, 20 de agosto.

A cobrança de solução para o problema está expressa em documento assinado por todos os representantes do povo penedense que voltaram a se reunir, de forma presencial, na Sala das Sessões Sabino Romariz.

Homenagem e Moção de Pesar

Ainda durante a primeira reunião da CMP realizada de forma híbrida por conta das restrições impostas pela doença causadora de doze óbitos em Penedo, os parlamentares aprovaram Moção de Pesar à família de Nelson Oliveira, mais conhecido como Bob, figura folclórica dos carnavais penedenses; e também pelo falecimento do vice-prefeito de Igreja Nova, Manoel Matheus, ex-vereador e ex-presidente da casa legislativa do município vizinho de Penedo.

Já em memória ao professor Wilton Lisboa Lucena, o Vereador Macaxeira (José Carlos Vicente dos Santos) fez a indicação ao governo municipal e conseguiu êxito na homenagem ao servidor público exemplar, falecido em maio de 2017, cujo nome identificará a escola em construção no bairro Raimundo Marinho.

Utilidade Pública

Outra ação legislativa foi a aprovação do Decreto de Utilidade Pública para a Associação Beneficente Dr. Joaquim Peixoto, denominação oficial do Lar São José, o único abrigo para idosos de Penedo e região que foi desvinculado, de forma administrativa, da Santa Casa de Misericórdia.

Para facilitar a captação de recursos e obter seu reconhecimento de utilidade pública nos níveis estadual e federal, é preciso que a associação tenha a condição municipal, conforme explicou o Vereador Fagner Matias, autor do decreto aprovado por unanimidade.

Outra matéria cuja tramitação foi concluída na CMP nesta quinta-feira, 20, previa a criação de uma página exclusiva, no Portal da Transparência do município, sobre o uso do precatório do Fundef.

A proposta expressa em Projeto de Lei de autoria do Vereador Nelsinho (Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho) foi reprovada, por maioria, em razão da existência das informações relacionadas ao precatório no referido portal eletrônico, conforme justificativa apresentada para a reprovação da matéria.

Texto – Fernando Vinícius

Imagem – Márcio Ferreira (Arquivo Agência Alagoas)