João Lucas requer atuação do Procon e da Seagri em relação a preços abusivos

Produtos comercializados nas feiras livres e nos supermercados de Penedo apresentam preços abusivos, conforme queixas da população levadas ao Vereador João Lucas Lins de Queiroz, autor de requerimento apresentado na sessão legislativa realizada na quinta-feira, 28, que pede atuação do Procon e da Secretaria de Agricultura.

O vereador também cobra a transferência do caixa eletrônico 24 horas instalado no Mercado Público Municipal localizado no Centro Histórico de Penedo. Como o espaço só funciona em horário comercial, a vantagem do serviço 24 horas deixa de existir. Por isso, ele pede que o serviço seja disponibilizado em outro local a ser definido pela administração municipal.

João Lucas fez ainda uma indicação para que o SAAE Penedo destine 1% de sua renda global para comprar cestas básicas, alimentos que serão distribuídas para famílias em condição de extrema pobreza residentes no município. O benefício será válido enquanto durar a pandemia do Novo Coronavírus.

Sobre a doença, ele avalia que a Prefeitura de Penedo adota medidas corretas e consegue reduzir o contágio por Covid-19, condição comprovada nos dados informados pela Secretaria Estadual de Saúde que mostram Penedo com a menor taxa de ocorrência do coronavírus entre municípios alagoanos com mais de 60 mil habitantes.

João Lucas também se declarou a favor da reabertura do comércio, desde que seja planejada e discutida, parabenizando a abertura de diálogo entre lojistas e prefeitura, conforme sugestão apresentada pela Câmara Municipal de Penedo.

Artigo anteriorFagner Matias pede extrato da conta da Semed para acompanhar uso de recursos do Fundef
Próximo artigoErnande Pinheiro cobra EPI para agentes de saúde e hospital de campanha