Câmara de Penedo e Prefeitura decidem engavetar Projeto da Previdência Própria de Penedo

Sessão extraordinária aconteceu na tarde desta terça-feira (19) com a presença de todos os vereadores penedenses.

Hoje foi o dia da decisão do polêmico Projeto de Lei que instituía o Regime de Previdência Própria dos Servidores Públicos de Penedo. Filiados ao Sindspem – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penedo, lotaram as dependências da Câmara de Vereadores de Penedo e fizeram uma verdadeira mobilização contrária ao projeto.

Após início da sessão, o Presidente Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior (Júnior do Tó) passou a palavra ao Líder da Bancada de Situação, o Vereador Derivan Thomaz. Em poucas palavras, Derivan tratou logo de explicar aos servidores públicos o que se passou em uma reunião com o prefeito de Penedo, poucos minutos antes do início da reunião parlamentar. O líder da situação ressaltou que em comum acordo com os vereadores de situação, juntamente com a Prefeitura de Penedo, decidirem pôr fim ao projeto de lei, retirando da pauta, já que não era da vontade de 99% dos servidores que foram para a assembleia do sindicato tratar sobre este assunto.

A decisão foi comemorada por todos no plenário e um ar de paz e satisfação tomou conta do recinto, fazendo suspirar de alívio os trabalhadores municipais.

O Vereador Valdinho Monteiro, membro da bancada de oposição, ressaltou que grande parte do mérito de mudança de posicionamento da situação, foi do Vereador José Carlos Vicente (Macaxeira Enfermeiro). Segundo o parlamentar, mesmo sendo do lado do prefeito, Macaxeira teve o cuidado de conversar com cada edil para que os servidores fossem ouvidos e o prefeito recuasse do projeto.

Nelsinho Azevedo ressaltou também o grande trabalho imparcial do Presidente da Câmara, o Vereador Júnior do Tó, que deu total liberdade para o Sindspem, como também para todos os servidores públicos de Penedo. O edil também destacou o grande trabalho da Presidente Ana Flávia Teixeira que em nenhum momento descansou para que a vontade dos servidores fosse atendida.

O Presidente Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior (Júnior do Tó) comentou sobre a sessão de hoje:

“A população as vezes tem uma visão equivocada. Se você é oposição, você defende o povo; se você é situação, só defende o prefeito, quando não é isso.  No parlamento você tem as duas, você tem que ter uma oposição forte, como essa casa tem. E tem que ter bancada de governo para dar governabilidade, senão a cidade afunda, foi o que aconteceu com o país e acontece em qualquer canto. E a gente tem uma bancada de governo que tem responsabilidade, é julgada várias vezes, as vezes temos que votar aqui matérias antipáticas, mas porque a gente tem conhecimento e consciência que precisava votar aquela matéria desagradável. E hoje esses vereadores, pela menos grande maioria, vem sendo censurados, não é de agora não, é há anos. Passa eleição e eleição e todo mundo é colocado no mesmo balaio…..” desabafou o Presidente Júnior do Tó.

Ele ainda ressaltou:

“Comecem a entender e se colocar no lugar do vereador, quando até mesmo tem que tomar uma medida antipática, porque até mesmo tem que tomar medidas antipáticas para o governo andar” disse o Presidente Júnior do Tó.

A Presidente do Sindspem, Ana Flávia Teixeira, teve a palavra concedida e agradeceu a todos os vereadores penedenses, nominando cada um, e reiterou o respeito que tem pela Casa de Leis Penedense.

No fim, a certeza que ficou é que todos os vereadores penedenses ouvem o povo e trabalham em favor deles, independente de lado político.

Assessoria da Câmara de Penedo