Câmara de Penedo e Prefeitura decidem engavetar Projeto da Previdência Própria de Penedo

Sessão extraordinária aconteceu na tarde desta terça-feira (19) com a presença de todos os vereadores penedenses.

Hoje foi o dia da decisão do polêmico Projeto de Lei que instituía o Regime de Previdência Própria dos Servidores Públicos de Penedo. Filiados ao Sindspem – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penedo, lotaram as dependências da Câmara de Vereadores de Penedo e fizeram uma verdadeira mobilização contrária ao projeto.

Após início da sessão, o Presidente Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior (Júnior do Tó) passou a palavra ao Líder da Bancada de Situação, o Vereador Derivan Thomaz. Em poucas palavras, Derivan tratou logo de explicar aos servidores públicos o que se passou em uma reunião com o prefeito de Penedo, poucos minutos antes do início da reunião parlamentar. O líder da situação ressaltou que em comum acordo com os vereadores de situação, juntamente com a Prefeitura de Penedo, decidirem pôr fim ao projeto de lei, retirando da pauta, já que não era da vontade de 99% dos servidores que foram para a assembleia do sindicato tratar sobre este assunto.

A decisão foi comemorada por todos no plenário e um ar de paz e satisfação tomou conta do recinto, fazendo suspirar de alívio os trabalhadores municipais.

O Vereador Valdinho Monteiro, membro da bancada de oposição, ressaltou que grande parte do mérito de mudança de posicionamento da situação, foi do Vereador José Carlos Vicente (Macaxeira Enfermeiro). Segundo o parlamentar, mesmo sendo do lado do prefeito, Macaxeira teve o cuidado de conversar com cada edil para que os servidores fossem ouvidos e o prefeito recuasse do projeto.

Nelsinho Azevedo ressaltou também o grande trabalho imparcial do Presidente da Câmara, o Vereador Júnior do Tó, que deu total liberdade para o Sindspem, como também para todos os servidores públicos de Penedo. O edil também destacou o grande trabalho da Presidente Ana Flávia Teixeira que em nenhum momento descansou para que a vontade dos servidores fosse atendida.

O Presidente Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior (Júnior do Tó) comentou sobre a sessão de hoje:

“A população as vezes tem uma visão equivocada. Se você é oposição, você defende o povo; se você é situação, só defende o prefeito, quando não é isso.  No parlamento você tem as duas, você tem que ter uma oposição forte, como essa casa tem. E tem que ter bancada de governo para dar governabilidade, senão a cidade afunda, foi o que aconteceu com o país e acontece em qualquer canto. E a gente tem uma bancada de governo que tem responsabilidade, é julgada várias vezes, as vezes temos que votar aqui matérias antipáticas, mas porque a gente tem conhecimento e consciência que precisava votar aquela matéria desagradável. E hoje esses vereadores, pela menos grande maioria, vem sendo censurados, não é de agora não, é há anos. Passa eleição e eleição e todo mundo é colocado no mesmo balaio…..” desabafou o Presidente Júnior do Tó.

Ele ainda ressaltou:

“Comecem a entender e se colocar no lugar do vereador, quando até mesmo tem que tomar uma medida antipática, porque até mesmo tem que tomar medidas antipáticas para o governo andar” disse o Presidente Júnior do Tó.

A Presidente do Sindspem, Ana Flávia Teixeira, teve a palavra concedida e agradeceu a todos os vereadores penedenses, nominando cada um, e reiterou o respeito que tem pela Casa de Leis Penedense.

No fim, a certeza que ficou é que todos os vereadores penedenses ouvem o povo e trabalham em favor deles, independente de lado político.

Assessoria da Câmara de Penedo

Artigo anteriorVereadores de Penedo representam Câmara Municipal no ato em defesa ao ‘Velho Chico’
Próximo artigoVereador Derivan requer cronograma para aquisição e reposição de lâmpadas em Penedo