Dois arrastões no intervalo de apenas três dias mostram que a insegurança em Penedo chegou na zona rural. Os casos ocorridos no sábado, 22, e na segunda-feira, 24, no povoado Riacho do Pedro motivaram o Vereador Valdinho Monteiro a fazer mais um apelo por solução para a violência que já modificou o modo do homem do campo se comportar.

“A gente foi criado dormindo de portas abertas, com objetos de valor dentro de casa, e ninguém roubava. Agora a gente não pode mais nem ficar conversando na porta de casa, os jovens não podem usar telefone celular numa praça, em frente à igreja, e eu acredito que se a prefeitura colocasse iluminação pública nos povoados, a violência iria diminuir”, analisou o parlamentar que denunciou os arrastões na comunidade onde reside.

O pedido por solução que passa pela melhora do serviço público de responsabilidade da Prefeitura de Penedo, conforme disse Valdinho Monteiro, foi apresentado em aparte ao pedido de iluminação pública no povoado Cerquinha das Laranjas, de autoria do Vereador Armando Lima (Mano da Caçamba). Ele também reclamou da “escuridão” na zona rural, situação que favorece a ocorrência de assaltos.

Valdinho Monteiro também falou sobre sua ida à Brasília, destacando a viabilização obtida pela comitiva parlamentar penedense de três ambulâncias para atender os moradores que residem nos povoados mais distantes da cidade, um pleito que se arrasta há mais de três anos sem solução por parte do governo municipal, apesar das cobranças dos vereadores.

O compromisso de recuperação da estrada que liga o povoado Ponta Mofina aos demais da região também foi obtido com o Senador Benedito de Lira, obra que será feita através da Codevasf, segundo Valdinho Monteiro.

A atenção dispensada pelo senador aos vereadores penedenses foi destacada por Valdinho, comportamento que mostra o compromisso do parlamentar com Penedo, situação inversa de outros membros da bancada federal que não atenderam telefonemas ou retornaram mensagens, conforme disse o parlamentar em seu discurso na tribuna.

“Além disso, ao contrário do que algumas pessoas disseram, a gente não foi passear em Brasília, fomos trabalhar por Penedo e, pela primeira vez na história desta Casa, os vereadores atuaram juntos e eu quero deixar bem claro que, enquanto eu for vereador, vou continuar representando Penedo, honrando o meu mandato em favor do povo e não em benefício próprio!”, declarou Monteiro, agradecendo o apoio do Presidente Júnior do Tó.