Fiel às suas convicções político-partidárias, o vereador Jorge Seixas voltou a defender a presidente Dilma Rousseff na tribuna da Câmara Municipal de Penedo. Além de reafirmar que houve golpe no afastamento da primeira mulher eleita para governar o país, Jorginho criticou as medidas do presidente interino Michel Temer e a seletividade do Superior Tribunal Federal.

A extinção do Ministério da Cultura, o fim de novos empréstimos pelo FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) e a alteração na idade para aposentadoria de servidores públicos foram citados como exemplos negativos durante seu pronunciamento na sessão desta quinta-feira, 19.

Jorge Seixas falou ainda da retirada de embaixadores por países que não reconhecem a mudança no comando da Nação, entre eles a China, país que estabeleceu relações comerciais importantes com o Brasil. Sobre a atuação do STF, o vereador comparou a diferença de atuação em relação à posse do ex-presidente Lula como ministro e os oito políticos investigados pela Operação Lava Jato que agora compõem o primeiro escalão do governo Temer.

Em relação à política local, Jorginho destacou a inauguração da Juceal Express, o balcão da Junta Comercial instalado em Penedo e o comodato anunciado pela Prefeitura em relação ao Cine São Francisco.

O vereador também enalteceu os projetos de utilidade pública aprovados e que o prefeito Március Beltrão tratará todas as agremiações culturais contempladas de forma igualitária. Jorge Seixas solicitou ainda voto de louvor para a Assembleia de Deus pela realização de ação cidadã em Penedo e mensagem de pesar ao artista Tadeu dos Bonecos pelo falecimento de sua mãe.