Primeiro orador a usar a tribuna da Câmara Municipal de Penedo durante a sessão de quinta-feira, 03, Derivan Thomaz cobrou a implantação de caixa postal para comunidades da zona rural de Penedo. Segundo o parlamentar, tanto a direção alagoana da Empresa de Correios e Telégrafos quanto a Prefeitura de Penedo assumiram o compromisso em outubro de 2013.

A promessa feita durante a reinauguração da agência dos Correios de Penedo atenderia os povoados Tabuleiro dos Negros, Ponta Mofina e Santa Margarida/Palmeira Alta. Derivan Thomaz cobrou a implantação do serviço que viu no povoado Poxim, município de Coruripe. Para ele, a ausência da ação na zona rural de Penedo é resultado da ineficiência administrativa do Prefeito Marcius Beltrão, a quem criticou duramente.

A gestão passada também foi mencionada por Derivan Thomaz. Ele comparou os benefícios que viabilizou como Vereador, em articulação com o ex-deputado federal Joaquim Beltrão e o senador Fernando Collor, com as falhas da Prefeitura de Penedo desde 2009. Graças ao trabalho do Vereador, emendas parlamentares custearam pavimentação e compra de equipamentos adquiridos via Codevasf, empresa também elogiada por Thomaz.

Em tom indignado, o Vereador disse que moradores da Marituba do Peixe construirão os redutores de velocidade que a Prefeitura de Penedo não fez, apesar dos requerimentos apresentados. Ele também reclamou do abandono dos ginásios das Escolas Municipais Manoel Soares e Barão de Penedo e da falta de instrutor nos telecentros de Informática.

Por fim, Derivan Thomaz frisou que Marcius Beltrão tem dinheiro para fazer festa com custo acima de um milhão de reais, mas não paga nem salário mínimo para 60% dos servidores da saúde, pessoal ganha R$ 867, valor abaixo dos 880 previstos em lei, conforme declarou.