O Vereador Dr. Raimundo (Raimundo Jorge Rosário Souza) denunciou que o governo municipal não dispõe do larvicida Abate para combater a proliferação da dengue em Penedo. A ausência do produto que mata a larva do Aedes aegypti foi divulgada durante a primeira sessão da Câmara Municipal de Penedo em dezembro, reunião realizada na quinta-feira, 03.

Preocupado com o aumento assustador dos casos de microfelia gerados pelo zika vírus, um dos problemas transmitidos pelo mesmo mosquito causador das diversas formas de dengue, Dr. Raimundo questionou a substituição do Abate por larvicida que não mata a larva, apenas modifica o embrião do Aedes aegypti.

Segundo o parlamentar, a troca é motivada pelo menor custo financeiro do produto, o que não se justifica pelos ‘sinais’ de fim da crise financeira na Prefeitura de Penedo. O fim do período de ‘vacas magras’ estão evidentes na retomada dos shows para os festejos de Bom Jesus e na decoração natalina no Paço Municipal, exemplos citados pelo Vereador que voltou a cobrar mais investimentos em ações preventivas de baixo custo para o município.

Para reduzir os focos de proliferação da dengue em Penedo, é preciso que se realize um grande mutirão de limpeza. “O que nós precisamos é juntar todos os penedenses de forma urgente, a Prefeitura com servidores e equipamentos e a população sendo orientada para colaborar. Também devemos acionar o Ministério Público para ter acesso às residências e terrenos que os donos não permitem a entrada do agente de saúde”, afirmou Dr. Raimundo.

Somente em um final de semana, o então Secretário de Saúde de Penedo organizou um mutirão que resultou na retirada de 42 toneladas de entulhos de casas e terrenos da cidade, principalmente nos bairros periféricos onde a assistência do poder público é precária.