A Secretária Municipal de Saúde, Vera Costa, precisa ter autonomia para gerenciar a pasta, segundo o Vereador Cidoca (Alcides Andrade Neto). O comentário do parlamentar aconteceu durante a sessão da Câmara Municipal de Penedo (CMP) realizada em 26 de novembro.

Além de destacar a necessidade de autonomia para o bom andamento dos trabalhos no setor, Cidoca fez um alerta sobre o “perigo que está rodeando a Santa Casa”, referindo-se à intenção de compra, pelo Conisul (Consórcio Intermunicipal do Sul do Estado de Alagoas), de um hospital em Penedo.

“A gente entende que isso não é para o bem da instituição com mais de 200 anos, a solução é dar condições para que a Santa Casa de Penedo se transforme em hospital de referência, como sempre foi. Se for para comprar o que era o Semep, que tem um percentual de posse de um parente do prefeito, o que nós estamos vendo é uma picuinha”, declarou Cidoca, relacionando seu comentário com declaração dada pelo Prefeito Március Beltrão durante audiência pública sobre a greve na rede municipal de Educação.

Ainda sobre a referida audiência, Cidoca falou sobre a ‘questão de ordem’ que pediu para saber quais eram as definições a serem registradas. Como o pedido foi ignorado, veio a surpresa da exclusão do retroativo ao pagamento do aumento salarial aos professores no projeto de lei encaminhado à Câmara.