Com objetivo de saber qual é o panorama atual da rede básica de saúde em Penedo, o vereador Dr. Raimundo (Raimundo Jorge Rosário Souza/DEM) percorreu postos localizados na cidade. De acordo com sua pesquisa, apenas 50% dos 20 postos contam atualmente com médico, todos cumprindo jornada semanal de apenas 30% por causa da greve da categoria, conforme expôs em seu discurso na tribuna durante a sessão realizada em 21 de fevereiro.

Para o parlamentar, esse assunto merece prioridade entre os problemas atuais de Penedo porque a demanda exige solução imediata. Para tanto, também é preciso ter um Plano Municipal de Saúde para nortear as ações do setor, destacando ainda a importância do papel do Conselho Municipal de Saúde. Dr Raimundo voltou a explicar que o problema não é falta de médico, mas a má distribuição dos profissionais que preferem atuar nas capitais.

3921 médicos em Maceió, 231 no interior

Para exemplificar o desequilíbrio, o vereador informou que apenas 231 dos 3921 médicos registrados no Conselho Regional de Medicina em Alagoas trabalham fora de Maceió. Os demais 3690 estão na capital alagoana. Para o parlamentar que é cirurgião, se os direitos trabalhistas dos colegas de profissão fossem respeitados, além do pagamento de salário, certamente essa distorção seria menor. Além disso, saúde não pode ser gerenciada como despesa, mas investimento, argumento recorrente do vereador que também foi Secretário Municipal de Penedo durante oito anos.

Dr. Raimundo também destacou a realização de curso para elaboração de projetos musicais pela Secretaria Estadual de Cultura, capacitação marcada para quarta-feira, 27 de fevereiro, na sede da pasta em Maceió. A oportunidade deve ser aproveitada por músicos de Penedo, em especial representantes das Sociedades Musical Penedense e Montepio dos Artistas, inclusive porque a Funarte lançou edital que premiará bandas musicais.