Vereador é autor da lei que possibilita mais segurança pública

O Vereador Alcides de Andrade Neto (Cidoca) voltou a cobrar a efetivação da Guarda Civil Municipal como forma de assegurar maior segurança pública em Penedo. Autor da lei promulgada há dez anos, durante a gestão do então Prefeito Dirson Albuquerque, Cidoca tem defendido a execução da proposta desde 1993, frisando que o projeto estabelece a possibilidade de remanejamento de servidores efetivos da Prefeitura para compor a Guarda, o que implica no uso de recursos humanos já disponíveis, sem maiores impactos na folha salarial.

O requerimento do Vereador Cidoca foi apresentado durante a sessão realizada em 08 de agosto na Câmara Municipal de Penedo (CMP). Na mesma data, o parlamentar que também exerce o cargo de Presidente da Casa Legislativa solicitou a instalação de câmeras de vídeo no Centro Histórico, áreas de acesso e demais pontos estratégicos da cidade. “Não podemos esperar que mais uma vida inocente seja retirada do convívio de sua família”, declarou, sugerindo a realização de audiência pública em Penedo para tratar de segurança pública, com a presença da cúpula da Secretaria de Estado da Defesa Social.

Parada obrigatória

Cidoca sugeriu também a obrigatoriedade de parada, por parte de taxistas, mototaxistas e motoristas que fazem frete, no posto da Polícia Militar situado em frente ao Centro Educacional e Esportivo Governador Moacir Andrade, o antigo Ginásio do Sesi. Dessa forma, independentemente da realização de blitz no local, o condutor do veículo e os passageiros serão identificados pelos policiais, possibilitando maior sensação de segurança para todos.

Outra medida proposta pelo parlamentar foi o uso de máquina fotográfica nos pontos de táxi e de mototáxi para registro da imagem de passageiros desconhecidos que procurassem fazer uma ‘corrida’ com algum dos prestadores de serviço de transporte de pessoas. O equipamento poderá ser repassado pela administração municipal ou adquirido pelos próprios transportadores