O Vereador Derivan Thomaz defendeu a manutenção da carga horária de 30 horas para servidores que trabalham na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Penedo. Informado por trabalhadores do setor sobre a possibilidade de aumento da carga para 40 horas, o parlamentar declarou que manteve contato com o Prefeito Marcius Beltrão e o Secretário Pedro Madeiro.

O assunto foi abordado por Derivan Thomaz durante a sessão realizada na Câmara Municipal de Penedo nessa quinta-feira, 03. Segundo o parlamentar que também é profissional da área de saúde, a legislação municipal, estadual e federal estabelece a carga horária de 30 horas para pessoal que atua nas áreas de urgência e emergência.

O tempo de trabalho que, na prática, é ultrapassado, tem relação com escala de plantões, acrescentou o vereador que agendou reunião com o gestor municipal e também recebeu retorno do Secretário Pedro Madeiro sobre o tema.

Por conta dos contatos, explicou que não participaria de reunião prevista para ocorrer ainda na quinta-feira, 03, entre comissão de trabalhadores da UPA e o prefeito em exercício, Ronaldo Lopes.

Ainda em relação aos servidores da UPA, Derivan Thomaz voltou a cobrar o pagamento da gratificação retirada de forma irregular de servidores municipais da área da saúde porque não houve revogação da lei municipal que assegura o direito.

Artigo anteriorVereador Nelsinho parabeniza desembargador por bloqueio de 60% do precatório do antigo Fundeb
Próximo artigoCâmara Municipal de Penedo aprova aumento de efetivo da Guarda Patrimonial