A realização de dois festejos tradicionais na zona rural de Penedo não contou com apoio do prefeito Március Beltrão. Segundo o vereador Valdinho Monteiro, a celebração a Santo Antônio no povoado Capela e a festa de São Pedro na comunidade Riacho do Pedro aconteceram graças ao empenho e a fé dos moradores.

Por se tratar de locais onde tem influência e raízes familiares, Valdinho Monteiro avalia que o gestor não apoia as citadas comunidades porque o vereador é “de oposição”, conforme declarou, referindo-se à sua posição na bancada parlamentar.

A declaração é fundamentada ainda nas atitudes do gestor que informou não ter condições de atender as solicitações das comunidades, reforçadas por Valdinho Monteiro, por questões financeiras. “Ele falou que não poderia atender por causa da crise, até aí entendemos que sim, mas depois faz festa de São Pedro em Penedo”, disse o vereador sobre o evento realizado na Praça 12 de Abril.

Para Valdinho Monteiro, a falta de atendimento se caracteriza como perseguição política, situação parecida com o que acontece em relação ao sindicato que representa o funcionalismo municipal. “O que a Flávia pede não é para ela, é para o servidor!”, afirmou o parlamentar, frisando a realização de concurso público na prefeitura de Penedo apenas durante as gestões de Alexandre Toledo.