O vereador Dr. Raimundo (Raimundo Jorge Rosário Souza) divulgou números na Câmara Municipal de Penedo (CMP) nesta quinta-feira, 09, sobre o repasses do governo federal para a Secretaria de Saúde de Penedo. Administrada por ele de 1997 a 2004, a pasta recebeu mais recursos financeiros agora do que durante os oitos anos de sua gestão.

No período em que a Secretaria Municipal de Saúde foi administrada por Dr. Raimundo, o setor que recebeu pouco mais de R$ 38 milhões passou dos seis postos de saúde que tinha para 21 e mais o Expresso Saúde, ônibus que atendia comunidades da zona rural e públicos específicos da cidade, principalmente comerciários.

Segundo Dr. Raimundo, entre 2005 e 2008, a Secretaria de Saúde de Penedo recebeu R$ 42 milhões. De 2009 a 2012 foram R$ 68 milhões e de 2013 até um ‘pedaço’ de abril deste ano já foram repassados R$ 74.034.692,00. “E ainda se fala em crise?”, questionou o parlamentar após citar que apenas um posto de saúde foi construído pela atual gestão, obra ainda em curso no Conjunto São José.

Dr. Raimundo também criticou a ausência de glicofita para atender os diabéticos, relacionando a falta do produto essencial para o controle da doença com o crescente aumento de amputações, uma das sequelas do problema que poderia ser resolvido com gerenciamento e resolutividade, conforme afirmou.

Outro dado que aponta para a má gestão na Secretaria de Saúde de Penedo é a demora para a entrega dos resultados de exames, três ou quatro meses de atraso em média, conforme a queixa já exposta na Câmara Municipal de Penedo e novamente comprovada, agora por moradores da Santa Cruz, onde o parlamentar esteve durante a semana.