O governo estadual lançou um programa de prevenção contra a violência. Presente ao lançamento da proposta já implantada em bairros da periferia de Maceió, o Vereador Nelsinho (Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho) pediu apoio dos parlamentares e da população para fazer de Penedo a primeira cidade do interior alagoano a ser atendida pelo programa.

A promoção da ‘cultura da paz’ envolve todos os setores da máquina administrativa estadual, do Esporte à Saúde, da Cultura à Educação, tudo sob a coordenação da Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev). “É possível viabilizar uma política pública que não trate a violência apenas como caso de polícia ou da justiça”, afirmou Nelsinho, destacando o trabalho do Secretário Jardel Aderico, titular da Seprev.

Fundador do IPAS (Instituto Penedense de Ação Social), o Vereador Nelsinho disse que o diagnóstico das comunidades é sempre o mesmo (falta de assistência do poder público, dificuldade de acesso à justiça, ausência de serviços essenciais), daí o pleito que fez para Penedo às autoridades competentes durante a solenidade realizada na última quarta-feira, 18.

Ainda sobre sua experiência na assistência para dependentes químicos e familiares, Nelsinho lamentou o que chamou de ‘politização’ da Coordenadoria da Paz em Penedo, setor que instituiu na governo passado e que atualmente serve apenas para atender correligionários do gestor, conforme disse em seu pronunciamento na tribuna.