A transmissão das sessões da Câmara Municipal de Penedo por emissora de rádio deve ocorrer a partir de 2016. A possibilidade foi comentada pelo Presidente da CMP, Vereador Júnior do Tó (Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior) durante a reunião realizada nesta quinta-feira, 19, data que marcou a retomada dos trabalhos na sede própria da Casa Legislativa.

“Pelos valores que as rádios estão pedindo para fazer, a transmissão vai depender de um possível aumento do nosso duodécimo no próximo ano”, explicou Júnior do Tó. Ele informou que a Câmara Municipal de Penedo recebe cerca de R$ 272 mil reais por mês, sendo a folha de pessoal no valor de R$ 182 mil/mês e o repasse ao INSS variando entre R$ 52 e 53 mil reais.

Com a sobra do recurso previsto em lei, a Câmara faz a sua manutenção e honra os contratos necessários ao seu funcionamento e divulgação das atividades institucionais. Confiante na competência administrativa demonstrada pelo Prefeito Március Beltrão, o Presidente Júnior do Tó acredita que haverá incremento na única fonte de receita da CMP.

Ainda sobre a gestão da Câmara de Vereadores, ele mencionou a burocracia que atrasa o atendimento de pleitos e a experiência que todo parlamentar deveria ter, referindo-se ao comando da Casa Legislativa, para entender e vivenciar as dificuldades inerentes à Presidência da Mesa Diretora da CMP.