A crise econômica nacional é uma realidade que, segundo o Vereador Nem Batista (Valdir Batista dos Santos), é mais grave em outros municípios de Alagoas. “Aí fora está pior, eu ando e vejo. É prefeito querendo renunciar, prefeituras fechando as portas e Penedo andando pra frente”, afirmou o parlamentar durante a sessão da CMP desta quinta-feira, 15.

Nem Batista parabenizou os professores pela passagem da data que homenageia a classe e acredita que o Prefeito Március Beltrão poderá, mais adiante, conceder reajuste salarial maior dos que os 7% definidos atualmente. Ele também declarou que o gestor viaja para Brasília em busca de “projetos e recursos” para o município.

Sobre a criação da SMTT e o projeto de municipalização do trânsito, Nem Batista afirmou que os agentes de trânsito e a população contassem com apoio da Câmara para aprovação das propostas, afirmação confirmada ainda naquela tarde com a decisão favorável dos vereadores registrada no plenário.

Nem Batista falou ainda sobre a volta dos trabalhos parlamentares para a sede própria da CMP e a transmissão das sessões por emissora de rádio. O Presidente Júnior do Tó explicou que existem questões burocráticas que ‘travam’ a veiculação das reuniões em emissora de rádio e que ainda existem detalhes a ser corrigidos para viabilizar o funcionamento adequado do plenário da Câmara Municipal de Penedo em sua sede própria.