O Vereador Ronaldo Vicente cobrou do governo estadual, indicação endereçada ao Secretário de Educação Luciano Barbosa, melhorias para quadras e ginásios esportivos de unidades de ensino situadas em Penedo.

No documento encaminhado quinta-feira, 03 de setembro, Vicente solicita a recuperação da quadra coberta da Escola Estadual Professora Ruth Mendonça (CAIC), interditada pelo Corpo de Bombeiros por problemas em sua estrutura, e também do Ginásio Padre Manoel Vieira, que tem parte de sua estrutura caída sobre a quadra há quatro meses.

Ronaldo Vicente pede ainda a instalação de cobertura para a quadra da Escola Estadual Dr. Alcides Andrade, unidade de ensino que completa 25 anos de inaugurada em 2015, ainda sem telhado na quadra da segunda maior escola da rede estadual em Penedo.

Ainda sobre questões relacionadas à Educação, o Vereador cobrou do Poder Executivo “posição” a respeito da greve na rede municipal de ensino. São mais de 95 dias de paralisação sem que o Prefeito demonstre vontade de resolver o problema, agravado pelo funcionamento parcial e precário de escolas por pessoal contratado e equipe administrativa.

Em aparte, o vereador Dr. Raimundo fez questionamentos sobre recursos para merenda e transporte escolar ao ex-secretário municipal de Educação. Vicente declarou que os recursos ‘poupados’ por conta da greve podem ser devolvidos à União ou reprogramados para 2016. Além disso, os relatórios do Conselho da Merenda Escola terão que justificar a compra de itens para merenda que tenham sido adquiridos durante o período de greve.

Em relação à inauguração da Escola Infantil Menino Jesus, outro questionamento do vereador Dr. Raimundo, Ronaldo Vicente avalia que a atual gestão aguarda apenas 2016, ano de campanha eleitoral, para entregar a obra que recebeu em avançado estágio de execução da gestão passada.

O vereador criticou ainda a reabertura de trechos do calçamento no Centro Histórico de Penedo e a má qualidade do serviço realizado na Rua Dâmaso do Monte. “Eu nunca vi um calçamento tão esculhambado quanto este!”, afirmou Ronaldo Vicente, frisando que, ao contrário do que dizem alguns, os vereadores não são responsáveis pelos transtornos causados pelos serviços mal executados.

“A culpa não é da Câmara, é do Poder Executivo, da empresa e dos secretários que não fiscalizam a obra. A gente aqui fala numa semana, na outra já estão escavando de novo e nunca acham esse tatu”, declarou Ronaldo Vicente.