O Vereador Nelsinho (Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho) classificou a gestão do Prefeito Március Beltrão como ineficiente, inerte e irresponsável. A avaliação feita na sessão de 09 de julho tem como base o não atendimento das cobranças e reclames da população feitas através da Câmara Municipal de Penedo (CMMP).

Passados dois anos e sete meses do governo atual, no contexto de um país em crise, o comércio local sente os efeitos da recessão econômica, problema que Március Beltrão ignora porque nem ele e nem sua família residem em Penedo, segundo o Vereador Nelsinho. Por isso, os transtornos gerados pelos serviços no Centro Histórico e Orla, “obra desnecessária e descabida” para o Vereador, não afetam o Prefeito, apesar dos prejuízos aos lojistas.

Pra completar, outra parcela economicamente ativa de Penedo também sofre pela omissão do governo municipal: os donos das ‘cinquentinhas’, conforme Nelsinho expôs em seu discurso. Para o Vereador, as desculpas de pagar contas da gestão anterior e o ‘freio de arrumação’ da administração atual caem por terra depois de tanto tempo de mandato.

Para exemplificar o descaso com a população, Nelsinho diz que um pai de família portador de deficiência física precisa levar o filho doente do bairro Santa Cecília (Matadouro) até o posto de saúde do Gabriel ainda na madrugada para conseguir o transporte para atendimento em Maceió. O caos administrativo também pode ser visto na perda de estudantes para Coruripe, conforme denunciou o colega parlamentar Nem Batista na mesma sessão.