O Congresso Nacional aprovou reajuste salarial de 60% para servidores da Justiça Federal. Já os professores das redes municipal e estadual devem se contentar, respectivamente, com 5% e 3%, de aumento, conforme as propostas feitas pelo Prefeito Március Beltrão e o Governador Március Beltrão às categorias em greve.

Os percentuais oferecidos ao magistério foram criticados pelo Vereador Ronaldo Vicente em seu discurso na Câmara Municipal de Penedo nesta quinta-feira, 16.

O parlamentar que é docente acompanha as negociações da categoria e esteve ausente da sessão passada justamente porque participava de assembleia extraordinária no Sindspem, local da exposição do prometido estudo de impacto na folha salarial encomendado pela Prefeitura de Penedo.

Apesar da demora em revelar dados aos servidores da Educação, o estudo da Prefeitura de Penedo mostrou números questionáveis, como o pagamento para pessoal contratado em janeiro e fevereiro, sendo o ano letivo foi iniciado em março.

Ronaldo Vicente também mencionou a ausência do Prefeito Március Beltrão na referida assembleia, sendo o gestor representado pelo Secretário Municipal de Educação Luciano Barros Lucena e por Marcelo Beltrão, irmão de Március, Prefeito de Jequiá da Praia e Presidente da AMA, cargo com o qual justificou sua presença na reunião.

Ainda sobre a greve na rede municipal de Educação, o Vereador criticou a exposição indevida dos trabalhadores por Luciano Lucena em entrevista concedida para emissora de rádio. Para o parlamentar, está ocorrendo constrangimento.

Ronaldo Vicente também comentou o mais recente ofício da Prefeitura ao Sindspem, destacando os 5% de reajuste oferecidos aos professores contra os 13,01% do piso nacional. Ele frisou ainda o compromisso declarado em item do documento sobre a gestão democrática, modelo cobrado que terá comissão definida em portaria para desencadear o processo.

O parlamentar também falou sobre a Conferência Municipal de Saúde, realizada com pouca participação popular e com apenas duas pré-conferências realizadas, situações questionadas também pelo Vereador Dr. Raimundo.