O Vereador Valdinho Monteiro criticou na sessão de 09 de julho a demora do Prefeito Március Beltrão em encaminhar o projeto de lei sobre a municipalização do trânsito de Penedo.

O documento que ainda é aguardado pelos vereadores tramitará na Câmara conforme o regimento interno, com análise das comissões parlamentares após ser protocolado na Secretaria da Casa Legislativa para ser colocado na ordem do dia da próxima reunião.

Sem dispor de legislação municipal que permita a circulação de motos ‘cinquentinhas’ em via de responsabilidade da prefeitura, conforme ocorre nos municípios alagoanos cujo trânsito já é municipalizado, Penedo fica à mercê do governo estadual.

“Quem pode resolver é o senhor prefeito!”, declarou Valdinho Monteiro sobre a demora do gestor em encaminhar o projeto ao Poder Legislativo, citando o encontro dos donos das ‘cinquentinhas’ com Március Beltrão há 15 dias, quando o Prefeito mandou os trabalhadores aflitos com as apreensões que ocorrem na cidade buscar ajuda na Câmara de Vereadores.

Valdinho Monteiro reclamou ainda sobre a péssima condição das estradas da zona rural, problema recorrente agravado pelas chuvas, com tapa-buracos realizados sem sucesso. “Não teve um povoado com reparo bem feito”, afirmou, frisando que nem mesmo a cobrança de membros da bancada do governo geram a esperada solução por parte da prefeitura.

Outro aspecto diretamente relacionado ao homem do campo é a execução do programa de preparo de solo. Apesar da recente disponibilidade de patrulha mecanizada, consequência de emenda parlamentar do Senador Fernando Collor, o uso dos equipamentos vem de forma tardia, com impossibilidade de tempo para início de algumas lavouras.

Para o Vereador, o Prefeito Március Beltrão não oferece condições para o secretariado trabalhar. O parlamentar disse ainda que Penedo pode receber mais equipamentos agrícolas, fruto de emenda do ex-deputado federal Alexandre Toledo, mais há pessoas dentro da Secretaria Municipal de Agricultura atrapalhando o processo, segundo Valdinho.

Sobre o trabalho de Dr. Raimundo à frente da Secretaria Municipal de Saúde, Monteiro parabenizou pelos investimentos feitos e citou o posto de saúde criado no povoado Capela, hoje sem atendimento odontológico, seja por falta de material ou ausência de pessoal técnico.