Sempre solidário aos funcionários da Prefeitura, postura unânime entre os representantes do povo na Câmara Municipal de Penedo (CMP), o Presidente Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior (Júnior do Tó) questionou o Secretário de Gestão Pública e Finanças Marcos Beltrão sobre a retomada do pagamento das folhas atrasadas de 2012.

Após afirmar a impossibilidade de estabelecer uma “data”, o representante do Poder Executivo falou sobre o acordo firmado com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penedo (Sindspem), calendário que deixou de ser cumprido por conta da “queda acentuada de receita”, conforme justificou.

Marcos Beltrão ressaltou ainda durante a primeira audiência sobre a prestação de contas da Prefeitura de Penedo que a ausência de segurança em relação aos recursos que devem entrar nos cofres do município impede de assegurar prazo para quitação do débito com os servidores da Prefeitura.

O Presidente Júnior do Tó também questionou se o governo atual faz algum tipo de reserva para pagar a dívida com o funcionalismo. Marcos Beltrão afirmou que não porque não há sobra de recursos, frisando que a prioridade da gestão Március Beltrão é pagar a folha de pessoal em dia, o que está sendo cumprido.