O Vereador Nelsinho (Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho) requereu a prestação de contas da Prefeitura de Penedo em relação à aplicação de recursos no Conisul (Consórcio Intermunicipal do Sul do Estado de Alagoas), entidade presidida pelo Prefeito de Penedo Március Beltrão que reúne treze municípios.

O documento formalizado durante a sessão realizada quarta-feira, 20 de maio, questiona quais foram as compras realizadas pela Prefeitura de Penedo por meio do Conisul e quais são os serviços/atendimentos prestados por meio do mesmo consórcio para o município penedense.

Prefeitura de Penedo não faz prestação de contas
O requerimento do parlamentar é amparado na ausência da prestação de contas do governo atual na Câmara Municipal de Penedo (CMP), seja por meio do envio de balancetes mensais ou pela realização das audiências públicas quadrimestrais, exposição que nunca aconteceram.

Além de sonegar informações sobre receitas e despesas do município, o governo atual foi criticado por Nelsinho pela má qualidade dos serviços que presta. O Vereador declarou também que convocará o Prefeito Március Beltrão para prestar contas no plenário da Câmara, em caso de ausência de resposta ao requerimento sobre compras via Conisul.

Ainda na tribuna da CMP, o Vereador também denunciou o que definiu como “pressão gigantesca” por parte da administração municipal para beneficiar “empresa A, B ou C” em processos de licitação. Ele disse que editais de concorrências estão sendo negados, infringindo assim o critério da ampla concorrência, para beneficiar “amigos ou correligionários” da gestão, processo que acompanha para tomar as medidas necessárias.