Após ouvir esclarecimentos e divulgação de dados pela Secretária Municipal de Saúde durante audiência pública no plenário do Poder Legislativo, o Vereador Messias da Filó (Manoel Messias Lima) desabafou. “O governo não está dizendo o que está fazendo”, afirmou em seu comentário durante a sabatina realizada nesta quinta-feira, 30 de abril.

A necessidade de se fazer esclarecimentos sobre temas de interesse geral “encurta distâncias”, comparou o Parlamentar sobre o caminho que aproxima o poder público da população. Sem a publicidade institucional, ampla e contínua, quem “paga o pato” é a administração municipal, os secretários, o prefeito, a Câmara e os vereadores, analisou Messias da Filó.

Para comprovar seu raciocínio, ele mencionou o desconhecimento sobre o Plano Municipal de Turismo, cujo lançamento ocorreu horas da audiência pública, ali mesmo, no auditório da Casa de Aposentadoria. Messias da Filó também falou sobre a possibilidade de a Santa Casa de Penedo assumir a gestão do Centro de Diagnóstico, conforme declarou a Secretária Vera Costa.

Messias considera que o caso depende de análise da Câmara Municipal de Penedo, instituição que, apesar do apoio que tem da Casa Legislativa, não foi atendida no envio da cópia da ata que definiu a permuta de área situada no Hospital Regional para a construção da UPA.

Messias da Filó comentou ainda a justificativa dada ao atraso no pagamento dos servidores da Santa Casa, a suposta demora do repasse da Secretaria. Para ele, o setor da municipalidade que é parceiro da instituição de saúde não pode ser mais apontada como “bode expiatório”.