O Vereador Valdinho Monteiro visitou recentemente postos de saúde e outros setores mantidos pela Prefeitura de Penedo, como o Centro de Saúde 3, o antigo Sesp. Neste centro de referência, ele constatou a falta de material básico no laboratório de análises clínicas, como luvas e algodão. “É o mínimo do mínimo possível, mas o funcionário tem que mendigar por material”, afirmou para a Secretária de Saúde Vera Costa.

A falta de condições de trabalho declaradas pelo Parlamentar foi de encontro as informações da gestora da pasta durante a sabatina realizada com na Câmara Municipal de Penedo nesta quinta-feira, 30. Além dessa situação, Valdinho Monteiro criticou a explicação para a falta de ambulâncias destinadas à zona rural.

Vera Costa disse que não houve empresa interessada no primeiro processo de licitação feito pelo governo atual, procedimento a ser renovado. “Não vou justificar o injustificável. Se a gente não fez até agora é porque houve impedimento legal”, declarou a gestora. Ela disse ainda que o financiamento da saúde pela União caiu de 85% para 32% nos últimos vinte anos.

Sobre o “matagal” em postos de saúde, Vera Costa fez uma revelação que demonstra a falta de apoio da Prefeitura para as Secretarias. Ela disse que encaminhou cronograma para a pasta de Serviços Públicos, mas o setor está com “problemas de equipamento”. Para Valdinho Monteiro, a pasta responsável por manter a cidade limpa está “dependendo de uma enxada”.