O vereador Nelsinho (Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho/PSDC) cobrou informações da prefeitura de Penedo a respeito de obras paralisadas no município. O pedido de explicações do líder da bancada de oposição foi realizado durante a sessão ocorrida em 28 de fevereiro. Segundo o parlamentar, há recursos disponíveis em contas da administração municipal para dar prosseguimento aos serviços iniciados na gestão passada.

Entre as obras citadas por Nelsinho constam a pavimentação de ruas, a revitalização da orla do bairro Santo Antônio (popular Barro Vermelho), novas lagoas para tratamento de esgoto e a construção da quadra poliesportiva da Escola Barão de Penedo. O vereador disse que esteve em dezembro de 2012 nos locais citados, visitas que também contaram com a presença de outros parlamentares que conferiram o andamento dos trabalhos.

O líder da bancada de oposição falou ainda sobre a precariedade de serviços prestados à população de Penedo pela prefeitura, motivo que levou uma cidadã que não teve o nome citado pelo parlamentar a procurar a Câmara de Vereadores. De acordo com Nelsinho, ela depende de medicamentos controlados e a última vez que conseguiu os remédios foi em novembro de 2012. Para resolver problemas desse tipo, ele pediu que a bancada governista intercedesse junto ao prefeito Március Beltrão.

Pavimentação de ruas

Nelsinho questionou também a suposta mudança, pela atual gestão, das ruas a serem beneficiadas com calçamento. O contrato firmado em 2011 entre a prefeitura e a Caixa Econômica Federal determina a pavimentação de vias situadas no bairro Dom Constantino, Loteamento Monte das Oliveiras, Cohab, Vila Matias e Santa Cruz, investimentos já licitados e com empresa vencedora definida, segundo o vereador. Ele disse ainda que o recurso viabilizado pelo senador Benedito de Lira já liberou R$ 394.900,00 do total de R$ 789.800,00.

Em aparte, o vereador Derivan Thomaz congratulou a liberação da parcela depositada em 19 de fevereiro, conforme informou Nelsinho, e assegurou que não haverá mudanças no objeto do contrato. Para comprovar sua afirmação, o líder do bloco governista disse que é autor de diversos requerimentos feitos para que o Poder Executivo realizasse o serviço que estava sendo debatido.

Liminar

Encerrando seu discurso na tribuna, o vereador Nelsinho leu cópia da ação judicial assinada pelo juiz Luciano Galvão. O magistrado suspende o processo que gerou a formação das Comissões Parlamentares da Câmara Municipal de Penedo, atendendo solicitação do líder da bancada de oposição que tem questionado os procedimentos adotados pela Mesa Diretora da CMP.

O vereador Cidoca (Alcides de Andrade Neto/PSD) informou que a Câmara ainda não havia sido notificada pela Justiça até aquela sessão e que apresentaria as justificativas que se fizerem necessárias, mantendo a formação das Comissões Parlamentares sem qualquer modificação.