A instituição de assistência social Centro Juvenil Maria Auxiliadora será reconhecida como de utilidade pública, conforme matéria que tramita na Câmara Municipal de Penedo. Com mais de 300 crianças matriculadas em 2016, a entidade já conta com voto favorável de parlamentares ao Projeto de Lei de autoria do Vereador Dr. Raimundo (Raimundo Jorge Rosário Souza).

Fundado pela Diocese de Penedo em 2008, o Centro Juvenil localizado na Vila Matias atende estudantes da rede pública no turno contrário ao do ensino regular com aulas de reforço escolar, orientação religiosa, artes, recreação, informática e aprendizado de atividades que podem gerar renda, tudo isso sem dispor de verba pública, ofertando ainda alimentação para crianças e adolescentes.

Erguido e mantido com recursos recolhidos pela congregação salesiana, responsável pela administração do Centro Juvenil – sob a responsabilidade das Irmãs Paola Pellandra e Maria do Carmo Lopes –, a instituição estará habilitada a captar recursos públicos no âmbito municipal com o reconhecimento de sua condição de utilidade pública.

Em que pese o impedimento formal, a ausência de investimentos da prefeitura no Centro Juvenil Maria Auxiliadora foi bastante criticada durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Penedo realizada nesta quinta-feira, 07 de abril.

Os trabalhos no plenário foram coordenados pelos Vereadores Dr. Raimundo, Messias da Filó (Manoel Messias Lima) e Nelsinho (Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho) por motivo da posse do Vereador Cidoca (Alcides Andrade Neto) como deputado estadual, solenidade prestigiada pelo Presidente Júnior do Tó (Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior) e Valdinho Monteiro.

Com amparo na Emenda à Lei Orgânica Municipal aprovada em junho de 2015, o Vereador Cidoca informou ao Poder Legislativo Municipal período de ausência por 121 dias para assumir como parlamentar na Assembleia Legislativa Estadual. O prazo é o mesmo para o tempo de afastamento para tratamento de saúde do deputado Dudu Holanda.