Com a presença de todos os 13 parlamentares da atual legislatura, a Câmara Municipal de Penedo (CMP) promoveu nesta quinta-feira, 14 de abril, um proveitoso debate sobre o convênio Sindspem.

A troca de informações entre vereadores, representantes do comércio local, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penedo e ainda o Promotor de Justiça Adriano Jorge Correia foi organizada por comissão especial presidida pelo Vereador Nelsinho (Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho) e composta pelos edis Marcelo Pereira e Valdinho Monteiro.

Apesar de convidada, conforme declarou o Vereador Nelsinho, a Prefeitura de Penedo não enviou representante, mas informou, por meio de ofício, o repasse de R$ 151.844,69 ao Sindspem. O valor depositado nesta quinta-feira, 14, é referente ao passivo da Secretaria de Saúde com o convênio que atende servidores municipais.

Após as considerações da presidente do Sindspem, dos empresários e do promotor de justiça, os parlamentares fizeram seus pronunciamentos e perguntas, enaltecendo o compromisso da Câmara Municipal de Penedo em buscar e apontar saidas para os problemas do município.

“Todas as vezes que esta Casa foi provocada, ele esteve presente e nós estamos aqui para sugerir soluções, não é para demonstrar força. Eu acredito que o primeiro passo foi dado e poderá evoluir, com novas conversas, porque o grande prejudicado com toda essa situação é o nosso comércio”, resumiu o Presidente Júnior do Tó (Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior) sobre o encaminhamento de solução definitiva, mediada pelo Ministério Público.

Além da discussão sobre o tema, a sessão da CMP foi marcada pela posse do Vereador Jorge Seixas, que assumiu interinamente a vaga de Alcides Andrade Neto (Cidoca), a declaração de apoio ao pré-candidato Carlos Silva (Carlos da Educação) pelo Vereador Derivan Thomaz e também a aprovação do decreto de utilidade pública para o Centro Juvenil Irmã Auxiliadora.

Os vereadores aprovaram ainda a concessão da Comenda Raimundo Marinho ao arquiteto penedense Mário Aloísio Barreto Melo, superintendente do Iphan Alagoas, proposta pelo Vereador Messias da Filó (Manoel Messias Lima) e o título de cidadão honorário ao promotor de justiça e ex-secretário de Defesa Social de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, decreto de autoria do Presidente Júnior do Tó.