o vereador voltou a cobrar a retirada do lixo acumulado na encosta da ladeira de acesso ao lixão de Penedo. O material lançado pelas caçambas está situado a cerca de 300 metros de moradias, prejudicando famílias com o mau cheiro, proliferação de doenças e também contaminando córregos que abastecem mananciais utilizados pela população local.

Valdinho Monteiro destacou que é preciso retirar o lixo acumulado do local, trabalho feito em 2013 que totalizou cerca de 700 ‘caçambadas’. Como não houve o reparo e nem a manutenção na ladeira, um trecho de aproximadamente 200 metros, os caminhões não tem acesso ao antigo aterro sanitário e por isso voltaram a descarregar o lixo na encosta limpa no ano passado. Para dar sumiço ao novo ‘lixão’, serão necessárias aproximadamente mil ‘caçambadas’, segundo estimou Valdinho Monteiro.

“Isso é uma questão de saúde pública”, afirmou o parlamentar que também criticou a falta de respeito do Poder Executivo em relação à Câmara Municipal de Penedo, pela ausência da prestação de contas ou por ignorar os requerimentos dos vereadores de situação e de oposição.

Na forma de requerimento, encaminhado ao governo estadual, ele solicitou a implantação do Programa Mais Leite para atender famílias de baixa renda da comunidade Marituba do Peixe. Valdinho Monteiro questionou a Presidência da Câmara sobre os carros a serviço dos trabalhos parlamentares, veículos locados e próprio em número de três que se encontram à disposição dos vereadores, conforme respondeu o presidente Alcides Andrade Neto (Cidoca).