Documentos solicitados por vereadores à Mesa Diretora ou à Secretaria da Câmara de Vereadores de Penedo (CMP) são disponibilizados de acordo com procedimentos administrativos adotados pela atual legislatura, conforme explicou o presidente do Parlamento penedense, vereador Cidoca (Alcides Andrade Neto/PSD), durante a sessão realizada em 21 de fevereiro.

O tema foi apresentado após o vereador Nelsinho reclamar a respeito das orientações passadas por funcionários da CMP em relação à entrega de documentos. Em sua argumentação, o presidente da Mesa Diretora falou sobre a necessidade das normas e que os pedidos feitos por colegas parlamentares já se encontravam à disposição deles na CMP antes mesmo da conclusão do prazo previsto, até cinco dias depois do encaminhamento, por escrito, da solicitação.

Ciente da preocupação dos vereadores com os problemas de Penedo, Cidoca disse que é preciso dar condição ao prefeito Március Beltrão, ainda em seu início de gestão, e que algumas situações enfrentadas atualmente são reflexos dos erros cometidos pela administração anterior.

Como exemplo dessa situação, o presidente da CMP informou que o proprietário do terreno onde está sendo construída a quadra de esportes da Escola Municipal Barão de Penedo não recebeu o pagamento do ex-prefeito Israel Saldanha pela aquisição da área onde está erguida a ampliação da unidade de ensino localizada no Bairro Santa Izabel, antigo Cacimbinhas. “Quem não pagou não foi o prefeito Március Beltrão, mas o seu antecessor”, explicou Cidoca.