A Santa Casa de Misericórdia de Penedo deve receber ainda este ano um milhão de reais, valor destinado pelo deputado Givaldo Carimbão (PSB) para o complexo hospitalar que atende pacientes do SUS. A emenda parlamentar foi anunciada pelo vereador Derivan Thomaz (PMDB) durante a sessão da Câmara Municipal de Penedo realizada nesta quinta-feira, 21 de março.

O ex-líder do bloco governista foi informado do envio do recurso durante contato com o deputado federal em Brasília. Derivan Thomaz participava de encontro promovido pela UVEAL (União dos Vereadores de Alagoas) na capital fedeal junto com Marcelo Pereira (PT), Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior (Júnior do Tó/PDT) e Alcides de Andrade Neto (Cidoca/PSD), viagem bancada (deslocamento e hospedagem) com recursos próprios dos vereadores penedenses que receberam diária apenas para alimentação, conforme o regimento da CMP.

Mais R$ 180 mil por mês

Ainda em Brasília, os vereadores por Penedo ouviram o também deputado federal Alexandre Toledo (PSDB) se comprometer em assegurar 30 leitos do Hospital Regional para usuários do SUS. Isso significa que a unidade hospitalar da Santa Casa responsável por receber pacientes estabilizados na UPA de Penedo terá mais cento e oitenta mil reais por mês, independente da ocupação dos leitos. Derivan Thomaz informou que também esteve no gabinete do senador Fernando Collor (PTB) para assegurar a continuidade da pavimentação do povoado Marituba.

Segundo o parlamentar penedense, o senador responsável pela criação da APA do rio Marituba quando estava na Presidência da República se comprometeu em manter os encaminhamentos realizados pelo ex-deputado federal Joaquim Beltrão. O parlamentar que voltou a ser prefeito de Coruripe viabilizou investimentos para a Marituba, comunidade que a partir da próxima semana verá o início da segunda etapa da obra de calçamento, conforme anunciou Derivan Thomaz em seu pronunciamento.

Pressão dos vereadores

O vereador disse ainda que a pressão dos vereadores brasileiros sobre o autor da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que não regularizava a verba indenizatória nas Câmaras Municipais – situação que inviabilizaria o trabalho dos vereadores – fez com que a relatoria da proposta incluísse um adendo, regulamentando a verba em todos os níveis de atuação parlamentar, do Senado às Câmaras Municipais.

Antes de encerrar seu discurso na tribuna da CMP, Derivan Thomaz admitiu que houve falta de informação para com os demais vereadores a respeito da viagem para Brasília e que a Câmara deve ser poupada de críticas que denigrem a imagem do parlamento perante à população. Ele também pediu que a Secretaria Municipal de Saúde efetive de imediato o incentivo aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), categoria que passaria a receber R$ 950,00 ao invés dos atuais R$ 864,00 antes de se chegar ao mês da data-base do servidor municipal (maio).

Recompor equipe e retomar ambulâncias

Ainda em seu pronunciamento na tribuna da Câmara, Derivan Thomaz disse que a prefeitura precisa recompor as equipes das Unidades de Saúde da Família e retomar o serviço de ambulância na zona rural de Penedo. “Aonde o serviço ainda existe é somente durante o dia, nos outros locais não tem ambulância à disposição da comunidade”, afirmou o parlamentar que parabenizou o presidente da Cooptur Penedo, Ronaldo Luiz, pelos elogios que recebeu em Piranhas, onde falou do projeto de turismo rural que desenvolve na comunidade Cooperativa.

Ao encerrar seu discurso, Derivan Thomaz pediu o envio de um telegrama de pêsames à família de José Tavares, irmão do Secretário Municipal de Obras, Euclides Tavares, sugestão acatada em nome de todos os vereadores da Câmara Municipal de Penedo.